Você sabe quais são os 4 Princípios da Medicina de Família e Comunidade?

Você sabe quais são os 4 Princípios da Medicina de Família e Comunidade?

O Médico de Família e Comunidade (MFC) deve possuir amplo conhecimento clínico, na medida em que atende pacientes independente de sua idade, gênero ou tipo de doença que possui. Atuando na Atenção Primária à Saúde (APS), ele deve ser capaz de resolver a maior parte dos problemas de saúde que chegam a ele, encaminhando e coordenando o cuidado daqueles casos que necessitarem de atendimentos em outros pontos do sistema de saúde. Para atuar com qualidade, o MFC necessita de conhecimentos específicos e experiência, norteados por 4 princípios fundamentais que devem estar incorporados à sua prática.

Princípio I: O Médico de Família e Comunidade é um clínico qualificado

A alta variabilidade de problemas de saúde que se apresentam na APS, que é a porta de entrada para o sistema de saúde, exige o conhecimento técnico do MFC sobre partes de várias especialidades. Para isso, o MFC precisa estar atualizado sobre os protocolos e mais recentes conhecimentos científicos de cada uma delas, principalmente a respeito dos problemas de saúde mais prevalentes em sua prática.

O MFC deve saber interpretar e traduzir as queixas e sintomas apresentados pelos pacientes, muitas vezes ainda em estágios indiferenciados em termos de diagnóstico, diferenciando aquelas mais urgentes ou mais graves das mais comuns, utilizando as ferramentas disponíveis na APS, como a longitudinalidade e a demora permitida.

É preciso atuar com a Medicina Baseada em Evidências, adaptando suas condutas aos recursos disponíveis e aos respectivos contextos individuais (psicológicos, sociais e ocupacionais), familiares e comunitários, sem deixar de levar em consideração as ideias, preocupações e expectativas do paciente.

Resultado de Exames

Para visualizar o resultados de seus exames, digite seu localizador e Chave: